O CEO da Exchange sul-coreana Upbit, anunciou em um post no blog da corretora às 9:00 UTC na quarta-feira que uma transação anormal de suas carteiras, resultou na saída de 342.000 Ethereum (ETH) hoje pela manhã.

A Exchange disse que a perda será coberta por seus próprios ativos. Enquanto isso, saques e depósitos já foram suspensos por precaução. A empresa estimou que levará pelo menos duas semanas para que os serviços voltem ao normal.

De acordo com o site de rastreamento de transações Whale Alert, o Ethereum perdido – no valor de US$ 49 milhões no momento, foi enviado da carteira da Upbit para um endereço desconhecido de Ethereum, começando por 0xa09871 às 04:00 UTC na quarta-feira.

Cerca de 30 minutos depois, o Upbit anunciou que havia suspendido temporariamente os depósitos “devido à manutenção do servidor”.

De fato, mais de US$ 100 milhões em várias criptomoedas foram enviadas do Upbit hoje. No entanto a Exchange disse que todas as outras transações, além da saída anormal de ethereum, eram as bolsas que moviam criptomoedas de carteiras quentes para carteiras frias para evitar novas perdas.

Outros valores foram subtraídos

A partir das 5:00 UTC, 10 transações, cada uma com US$ 1,51 milhão em tron ​​(TRX), bem como US$ 3,5 milhões em BitTorrent (BTT), foram enviadas para endereços de blockchain desconhecidos, de acordo com o Whale Alert.

Após isso as transações de US$ 8,7 milhões em estelar (XLM), US$ 1,08 milhão em OmiseGo (OMG), US $22 milhões em EOS e US$ 3,4 milhões em status (SNT) foram posteriormente transacionadas das carteiras da Upbit para um endereço na Bittrex.

O Upbit foi inaugurada inicialmente como uma parceria entre a Bittrex e a fabricante de aplicativos sul-coreana Dunamu, que é apoiada pelo gigante de mensagens Kakao.

Os ataques as corretoras de criptomoedas estão ficando cada dia mais comum, infelizmente é um fato. Guardar seus ativos digitais em carteiras online, está se tornando bem mais perigoso nos últimos anos, e a as carteiras off-line possa ser uma alternativa para aqueles que tem receio de guardar suas criptomoedas em corretoras ou carteiras online.

Leia Mais: Litecoin quer repetir sua alta histórica

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui